O GDF vai construir uma nova avenida no Distrito Federal. Com 26 quilômetros de extensão, a Avenida das Cidades vai ligar o Plano Piloto a Samambaia, passando pelas Regiões Administrativas do Guará, Arniqueira, Águas Claras, Park Way e Taguatinga


O complexo urbanístico irá contribuir para a geração de novos centros de negócios, lazer e habitação na região. A obra tem custo estimado em R$ 2,9 bilhões e pode gerar cerca de 100 mil empregos, e será executada por meio de Parceria Público-Privada (PPP).

O projeto da Avenida das Cidades (antiga Via Transbrasília) vai melhorar a infraestrutura de transporte e mobilidade urbana, e ampliar a oferta de serviços públicos ao longo da via. Além da integração e conexão com o sistema viário existente, a obra irá contemplar grandes áreas verdes, ciclovias, pontes e viadutos. Além disso, há previsão de construção de empreendimentos imobiliários ao longo da via. A expectativa é de que a região experimente o desenvolvimento socioeconômico sustentável, com a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.

Consulta e audiência pública

A Secretaria de Transporte e Mobilidade vai abrir consulta e audiência pública para debater o projeto da Avenida das Cidades com a sociedade. O aviso foi publicado no Diário Oficial do DF nesta quarta-feira (17). A Consulta será aberta no dia 19 de fevereiro e se estenderá até o dia 31 de março.

Os interessados poderão enviar contribuições para o aprimoramento dos estudos de modelagem técnica, econômico-financeira e jurídica, e das minutas de edital e contrato da obra.

As contribuições escritas deverão ser encaminhadas por meio de mensagem eletrônica para consulta.avenidadascidades@semob.df.gov.br ou por meio do Correio para o endereço Setor de Áreas Isoladas Norte – SAIN – Estação Rodoferroviária Sobreloja Ala Sul – CEP: 70631-900, Brasília-DF. As mensagens também poderão ser entregues e protocoladas no mesmo endereço.

No dia 22 de março, a Semob fará uma audiência pública para debater o projeto com a população. O encontro será presencial no auditório do DER/DF e terá 2 horas de duração a partir das 10 horas da manhã, e será transmitida em tempo real pela internet, com recebimento de contribuições online durante o evento.

A participação do público será de acordo com o protocolo de combate ao novo coronavírus. O endereço eletrônico da audiência e o número de WhatsApp para a interação popular serão divulgados antecipadamente na página da Semob.