Álcool e tabaco também estão na lista dos vilões que afetam a saúde do ouvido


De acordo com pesquisa realizada pela médica Sharon Curhan e estudiosas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, a má alimentação pode causar sérios danos à audição, podendo levar à surdez. Segundo o estudo, pessoas que consomem alimentos saudáveis têm 30% menos chances de sofrer com a perda auditiva. 


Na avaliação da especialista em saúde auditiva Gilvânia Barbosa, da clínica Microsom,  o consumo excessivo de alimentos açucarados aumenta a insulina, que em grande quantidade no organismo pode causar a perda da audição. “O indivíduo que come muitos doces, chocolate e ingere muito refrigerante pode  ter sérios danos na audição. Isso porque pode afetar os estímulos das vias neurais, que levam informação do ouvido para o cérebro", alerta Gilvânia. 


Segundo a especialista, uma dieta não equilibrada pode causar sintomas, como zumbido, tontura, além da surdez. “Outros fatores que também podem acarretar prejuízos à audição é o tabagismo e álcool”, explica Barbosa. 


Diabetes

O diabetes desregulado também é causador de problemas na microcirculação da área responsável pela audição. “Nesse caso, o paciente pode sofrer com o aparecimento do zumbido por conta do alto nível de glicose no sangue. Então, é de extrema importância ter o diabetes controlado”, explica a especialista. 


Ela ainda alerta: “Ao sinal de qualquer alteração na audição é indispensável procurar um especialista, pois há casos em que a perda auditiva é irreversível”, alerta.