O Programa de Aprendizagem beneficiou, nos últimos 15 anos, mais de 25 mil jovens no Paraná
Créditos: Max Olsen


Iniciativa contribui para o desenvolvimento pessoal e profissional e para alavancar a carreira de adolescentes e jovens

A taxa de desemprego no Brasil atingiu 12,6% no terceiro trimestre de 2021, de acordo com dados divulgados pelo IBGE. Entre os mais jovens, com idade entre 18 e 24 anos, o índice de desocupação registrado foi o dobro, em relação à taxa média total de 25,7%. 

Com a proposta de contribuir para o desenvolvimento profissional de jovens, o Programa de Aprendizagem oferecido pelo Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná, o CIEE/PR, abre portas para a inserção dos jovens no mundo do trabalho, sobretudo para a primeira experiência profissional. 

A ex-aprendiz e agora colaboradora efetivada no CIEE/PR, Isabella Cristina Ferreira, de 19 anos, resolveu participar das turmas de aprendizagem devido à dificuldade para ingressar no mercado de trabalho. “Por meio dessa experiência como jovem aprendiz, fui inserida no mercado de trabalho e pude obter uma qualificação – inclusive, após o meu término, obtive oportunidades de emprego que anteriormente eram inexistentes pela falta de qualificação”, pondera.

Desenvolvido de acordo com a Lei 10.097/2000, o programa incentiva a inclusão de jovens e adolescentes no mundo do trabalho por meio de um contrato especial de vínculo empregatício temporário na mesma medida em que regula e garante os direitos e os deveres de todas as partes envolvidas. “A Lei da Aprendizagem está vinculada à Constituição Federal, que proíbe qualquer forma de trabalho infantil e de jovens com menos de 18 anos, exceto na condição de aprendiz ou estagiário e que tenha condições de respeitar direitos e deveres bem específicos, responsáveis e comprometidos com todos os direitos básicos”, explica o  instrutor da turma de aprendizagem do CIEE/PR, Andrey Gonçalves.

Para Cicero Vitor Silva, de 17 anos, que atuou como aprendiz durante 1 ano e seis meses, realizando a qualificação on-line devido à pandemia, a aprendizagem beneficiou o campo profissional e pessoal. “Aprendi a separar tanto as emoções no meio familiar quanto na área de trabalho – entre algumas coisas sobre economia”, declara o jovem, que foi orador de sua turma na cerimônia de formatura, realizada pelo CIEE/PR, em Curitiba, no fim de novembro. O evento celebrou a formação de 60 alunos, entre adolescentes e jovens

Desenvolvimento pessoal e profissional

O Programa de Aprendizagem, que nos últimos 15 anos beneficiou mais de 25 mil jovens no Paraná, conta com uma equipe multidisciplinar que visa acompanhar, amparar e preparar o jovem para os desafios da vida pessoal e profissional. “Buscamos sempre estar em contato com esse jovem. Observando, conversando com ele, instruindo, fazendo com que ele se forme enquanto cidadão dentro da sociedade: sabendo de seus direitos, seus deveres,  da importância de uma boa comunicação, e do respeito às pessoas – independentemente de etnia, gênero, religião”, declara o instrutor.

Espaço de Capacitação em Curitiba

Visando oportunizar cada vez mais jovens, a instituição inaugurou em novembro o Espaço de Capacitação e Cidadania - Sede F. Fernando Fontana. O prédio irá atender o Programa de Aprendizagem e outras iniciativas de educação e sociais como o Família em Ação e o Jovem em Ação, em 2022.

 

Sobre o CIEE/PR

Há mais de 54 anos, o Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (CIEE/PR) atua para promover a integração dos jovens ao mercado de trabalho. Por meio de programas de estágios e aprendizagem, cursos de capacitação e cidadania e programas sociais, a instituição contribui para o desenvolvimento econômico e social do Estado. Com 39 unidades operacionais distribuídas em todas as regiões do Paraná, o CIEE/PR tem uma média mensal de 25 mil estagiários e 5 mil aprendizes, e já recebeu cerca de 30 títulos de Utilidade Pública. Está registrado nos Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente em mais de 112 municípios e tem como um de seus propósitos trabalhar para fortalecer o desenvolvimento humano e social.