Produção da marca Naturalle,
linha de produtos livres de aditivos

Divulgação Unium

Intercooperação registrou crescimento no volume de captação com um aumento de 7,8 milhões de litros produzidos

A Associação Brasileira de Produtores de Leite (Abraleite) divulgou o resultado do 25.º Ranking das Maiores Empresas de Laticínios do Brasil em 2021. Das 13 empresas participantes, somente duas apresentaram crescimento no volume de captação, dentre elas a Unium, que cresceu 0,6% em relação a 2020 - refletindo em um aumento de aproximadamente 7,8 milhões de litros produzidos por ano.

A cadeia do leite das cooperativas integrantes da Unium tem crescido tanto em qualidade quanto em volume. Em termos de produtividade por produtor, a marca segue na liderança, com média de 2.428 litros de leite gerados por produtor no dia - 18% a mais que em 2020.

Atualmente, a produção dos cooperados da Unium é comercializada por meio de duas marcas de lácteos: Naturalle e Colônia Holandesa. Para Edmilton Aguiar Lemos, superintendente de Operações Lácteas da Unium, o reconhecimento da qualidade dos produtos é consequência da dedicação de todos os cooperados que fornecem matéria prima de leite. “O resultado se deve também ao modelo de negócios da Unium. Ao trazer para o Brasil o modelo de intercooperação e com os resultados recentes em diversos setores, mostra-se que foi uma decisão acertada e que tende a crescer no mercado.”

Sobre a Unium

Marca institucional das indústrias das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, a Unium representa os projetos nos quais as cooperativas paranaenses atuam em parceria. Todas as marcas são reconhecidas pela excelência de seus produtos. Entre elas estão: Alegra (carne suína), Colaso, Colônia Holandesa e Naturale (lácteos) e Herança Holandesa (farinha de trigo). Todas as indústrias da Unium cumprem elevados padrões de exigência e são certificadas pelas principais instituições nacionais e internacionais de controle de qualidade.